Campanha Contra a Intolerância Religiosa (2018)

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária promove anualmente a Campanha Contra a Intolerância Religiosa. Leia o texto “É preciso dizer não à intolerância no Brasil”, e saiba mais sobre nossa campanha.

2018_campanha-contra-a-intolerancia-religiosa-insta.001

Utilize a hashtag #nãoàintolerânciareligiosa e deixe sua foto e seu recado nas redes sociais, por uma cultura de respeito, convivência pacífica e livre da intolerância religiosa. Você pode acessar os cartazes da nossa campanha através deste link.

Você também pode promover a Volta às aulas sem intolerância religiosa na sua escola, incentivando seus colegas professores e estudantes a participarem da Campanha Contra a Intolerância Religiosa.

2018_ccir-volta-as-aulas-insta

* * * *

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária lançou o primeiro número do informativo “Diálogos & Espiritualidade” (2017) que aborda a questão da intolerância religiosa. Esta publicação está no âmbito das atividades da Campanha Contra a Intolerância Religiosa e do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”. Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?” de Silas Fiorotti.

 

Agenda aberta para palestras e oficinas do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”

Agenda aberta (2018) para cursos, palestras e oficinas do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula” sob coordenação do Coletivo por uma Espiritualidade Libertária de São Paulo.

Objetivos do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”: A intolerância religiosa é um problema que deve ser combatido nas escolas. No entanto, são poucas as escolas que efetivamente comprometem-se com a valorização da diversidade religiosa. O projeto “Diversidade religiosa em sala de aula” tem o objetivo de fornecer subsídios para profissionais da educação básica, propondo uma atuação pedagógica voltada à promoção e à valorização das várias crenças com foco em práticas democráticas para a disseminação do conteúdo dos direitos humanos e a orientação de práticas de combate ao racismo e à intolerância religiosa.

Informações: <espiritualidadelibertaria@gmail.com>.

2018_banner_agenda-aberta-diversidade-religiosa.001

* * * *

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária lançou o primeiro número do informativo “Diálogos & Espiritualidade” (2017) que aborda a questão da intolerância religiosa. Esta publicação está no âmbito das atividades da Campanha Contra a Intolerância Religiosa e do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”. Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?” de Silas Fiorotti.

2018 com espiritualidade que vai contra toda a injustiça!

Nós do Coletivo por uma Espiritualidade Libertária desejamos um 2018 cheio de espiritualidade que vai contra toda a injustiça!

2017_banner_ano-novo-2018.001

“Clamem, mães da dor e da esperança. Não deixem de clamar através dos séculos, mães de Ramá e de Belém. Com as mães do Iraque e de Gaza, e novamente de Belém. Com as mães de Auschwitz ou da Armênia, e de todos os genocídios da insensata história humana. Gritem e chorem com as mães de todos os nossos povos da América indígena, dizimados em suas próprias terras pelo afã homicida do conquistador atirado na busca do ouro e do poder. Gritem com as mães de Soweto, com as de Hiroshima, as milhões de mães de holocaustos de inocentes, que a soberbia e o preconceito disseminam em nossa história. Com as mães de Biafra e do Haiti, vendo seus filhos morrendo na fome imposta, na miséria calculada. […] Que seus gritos de espanto ressoem sempre, sem ceder diante das ofertas de consolo dos compradores de consciências. Não ouçam as palavras doces com as quais querem abrandá-las os pregadores das reconciliações indignantes. Que nunca se detenham em seu obstinado lamento, essa desbocada exigência de vida, essas voltas intermináveis nas praças dos povoados; que não se cale esse clamor de justiça que se levanta desde o início dos séculos e chega até hoje, para que o império nunca durma sem sentir, mesmo tampando os ouvidos, que seus massacres não caíram no esquecimento.” (Néstor Míguez)

Feliz Natal e Feliz Ano Novo cheio de vida, de clamor e de esperança!

Inscrições abertas para curso de férias “Diversidade religiosa em sala de aula”

O curso de extensão universitária “Diversidade religiosa em sala de aula” está com as inscrições abertas. Este curso é coordenado pelo Coletivo por uma Espiritualidade Libertária em parceria com o Complexo Educacional FMU (São Paulo).

2018_banner_curso-extensao-inscricoes.001

O curso é voltado para professores e demais profissionais da educação básica e comunidade, mas aberto a interessados em geral, graduados e graduandos em qualquer área. Serão 5 módulos (20h) com 5 encontros presenciais (aos sábados das 8h00 às 12h00: 20/1, 27/1, 03/2, 17/2, e 24/2) mais leituras e atividades a distância. As vagas são limitadas.

O primeiro encontro presencial será no dia 20 de janeiro (sábado) a partir das 8h00, no Centro de Pós-graduação do Complexo Educacional FMU, localizado na Rua Vergueiro, 107, Liberdade (próximo ao metrô São Joaquim), aqui na cidade de São Paulo. Compareçam!

  • Módulo 1: Diversidade religiosa e direitos humanos
  • Módulo 2: Intolerância religiosa no Brasil e em sala de aula
  • Módulo 3: Elementos para promover e valorizar a diversidade religiosa
  • Módulo 4: Diversidade religiosa nos materiais didáticos e objetos de aprendizagem
  • Módulo 5: Diversidade religiosa no planejamento das aulas

Veja o folder com maiores informações sobre o curso.

Inscrições:
https://fmu.educaz.com.br/curso/diversidade-religiosa-em-sala-de-aula
Tel.: 11 3132 3000

Informações (sobre este curso, e sobre palestras e oficinas): espiritualidadelibertaria@gmail.com

* * * *

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária lançou o primeiro número do informativo “Diálogos & Espiritualidade” (2017) que aborda a questão da intolerância religiosa. Esta publicação está no âmbito das atividades da Campanha Contra a Intolerância Religiosa e do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”. Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?” de Silas Fiorotti.

Qual deve ser o lugar da religião na educação básica?

“Qual deve ser o lugar da religião na educação básica?”, este é o título do artigo publicado recentemente no portal Educação & Participação. O artigo de autoria do pesquisador Silas Fiorotti, membro do Coletivo por uma Espiritualidade Libertária e coordenador do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, apresenta uma reflexão sobre o lugar da religião na educação básica e sobre o ensino religioso. O autor defende que a abordagem das religiões nas escolas pode contribuir no sentido de combater a intolerância religiosa:

“O argumento de que crianças pequenas não podem ser expostas a conteúdos religiosos conflitantes ao que recebem em casa –-argumento daqueles que defendem a exclusão de qualquer abordagem das religiões-– ignora que muitas destas crianças pequenas acabam negando suas próprias identidades religiosas dentro das escolas. Por isso, é preciso pensar em uma forma de abordar as religiões até mesmo com crianças pequenas. Não se trata de utilizar diferentes crenças para promover o respeito aos direitos humanos, mas sim de enfatizar que adeptos de diferentes crenças ou descrenças podem assumir publicamente suas identidades religiosas ou arreligiosas, merecem respeito e amizade, não podem ser obrigados a rezar ou orar, e não são simplesmente pessoas atrasadas, perigosas, sujas, estúpidas ou cheias de demônios.”

2017_banner_silas-fiorotti.001

“É fundamental abordar as religiões na educação básica, isto não deve ser confundido com momentos de rezas ou orações, ou mesmo com aulas de ensino religioso comprometidas com determinadas confissões religiosas. As escolas podem ceder algum espaço para atividades religiosas em horários alternativos ou podem convidar religiosos para palestras e diálogos – isto não fere o princípio da laicidade. Mas o principal compromisso deve ser com a liberdade religiosa dos próprios estudantes.”

O artigo completo pode ser acessado através deste link.

* * * *

Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?” de Silas Fiorotti.

Inscrições abertas para extensão em “Diversidade religiosa em sala de aula”, em São Paulo

O curso de extensão universitária “Diversidade religiosa em sala de aula” está com as inscrições abertas. Este curso é coordenado pelo Coletivo por uma Espiritualidade Libertária.

2017_banner_curso-extensao.001

O curso é voltado para professores e demais profissionais da educação básica e comunidade, mas aberto a interessados em geral, graduados e graduandos em qualquer área. Serão 5 módulos (20h) com 5 encontros presenciais (sábados das 8h00 às 12h00) mais leituras e atividades a distância.

O primeiro encontro presencial será no dia 20 de maio (sábado) a partir das 8h00, no Centro de Pós-graduação do Complexo Educacional FMU, localizado na Rua Vergueiro, 107, Liberdade (próximo ao metrô São Joaquim), aqui na cidade de São Paulo. Compareçam!

  • Módulo 1: Diversidade religiosa e direitos humanos
  • Módulo 2: Intolerância religiosa no Brasil e em sala de aula
  • Módulo 3: Elementos para promover e valorizar a diversidade religiosa
  • Módulo 4: Diversidade religiosa nos materiais didáticos e objetos de aprendizagem
  • Módulo 5: Diversidade religiosa no planejamento das aulas

As vagas são limitadas.

Inscrições:
http://portal.fmu.br
Tel.: 11 3132 3000

Informações (sobre esse e outros cursos): espiritualidadelibertaria@gmail.com

* * * *

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária anuncia o lançamento do primeiro número do informativo “Diálogos & Espiritualidade” (2017) que aborda a questão da intolerância religiosa. Essa publicação está no âmbito das atividades da Campanha Contra a Intolerância Religiosa e do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”. Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?” de Silas Fiorotti.

No dia 29 de abril, ocorreu o Diálogo sobre as perspectivas das teologias feministas

No dia 29 de abril, ocorreu o “Diálogo sobre as perspectivas das teologias feministas“, aqui na cidade de São Paulo. Este diálogo contou com a participação de Elaine Donda (teóloga e pesquisadora da Umesp) e de Mabel Garcia (teóloga e pastora batista) e a mediação de Angélica Tostes.

Nós, do Coletivo por uma Espiritualidade Libertária, agradecemos a todas e todos que colaboraram e participaram desse encontro.

2017_banner_apuel_170429.001

2017_banner_apuel_170429-colagem.001

(fotos de Elaine Donda e Angélica Tostes)

Lembramos que estão abertas as inscrições para o curso de extensão “Diversidade religiosa em sala de aula”, coordenado pelo Coletivo por uma Espiritualidade Libertária, que será ofertado na Pós-graduação da FMU, com aulas aos sábados pela manhã, na cidade de São Paulo. Para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?”.

Contato: espiritualidadelibertaria@gmail.com.