No dia 01 de fevereiro, ocorrerá o evento “Diálogos Emergentes – Juventudes e Religião”

No dia 1 de fevereiro a partir das 14h, ocorrerá o evento “Diálogos Emergentes – Juventudes e Religião”, no auditório do CENPEC, aqui na cidade de São Paulo. Compareçam!

2018-02-01-dialogos-emergentes-cenpec.001

Venha debater conosco questões que têm impactado a vida de jovens em grandes centros urbanos na constituição de suas crenças, relações sociais e subjetividades na relação com as religiões. Para isso, o Programa Jovens Urbanos convida especialistas que têm pesquisado e desenvolvido ações em diálogo com as temáticas e as questões juvenis.

O evento é gratuito, só é solicitada a confirmação da presença no formulário que pode ser acessado no link: http://bit.ly/2DnW3Rn.

Anúncios

Campanha Contra a Intolerância Religiosa (2018)

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária promove anualmente a Campanha Contra a Intolerância Religiosa. Leia o texto “É preciso dizer não à intolerância no Brasil”, e saiba mais sobre nossa campanha.

2018_campanha-contra-a-intolerancia-religiosa-insta.001

Utilize a hashtag #nãoàintolerânciareligiosa e deixe sua foto e seu recado nas redes sociais, por uma cultura de respeito, convivência pacífica e livre da intolerância religiosa. Você pode acessar os cartazes da nossa campanha através deste link.

Você também pode promover a Volta às aulas sem intolerância religiosa na sua escola, incentivando seus colegas professores e estudantes a participarem da Campanha Contra a Intolerância Religiosa.

2018_ccir-volta-as-aulas-insta

* * * *

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária lançou o primeiro número do informativo “Diálogos & Espiritualidade” (2017) que aborda a questão da intolerância religiosa. Esta publicação está no âmbito das atividades da Campanha Contra a Intolerância Religiosa e do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”. Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?” de Silas Fiorotti.