Volta às Aulas Sem Intolerância Religiosa

Volta às aulas sem intolerância religiosa!

Professores, professoras, profissionais da educação, estudantes e comunidades escolares, comprometam-se com o combate à intolerância religiosa nas suas escolas, neste ano letivo de 2019.

2019_campanha-contra-a-intolerancia-religiosa-insta1.002

A intolerância religiosa é um problema que deve ser combatido nas escolas. No entanto, são poucas as escolas que efetivamente estão comprometidas com a valorização da diversidade religiosa. O projeto Diversidade Religiosa em Sala de Aula tem o objetivo de dialogar com professores, professoras, profissionais da educação, estudantes e comunidades escolares no sentido da valorização das várias crenças, da disseminação do conteúdo dos direitos humanos e do combate ao racismo e à intolerância religiosa.

Entrem em contato conosco, compartilhem suas experiências conosco: <espiritualidadelibertaria@gmail.com>.

2019_banner_agenda-aberta-proj-div-rel.001

* * * *

Coletivo por uma Espiritualidade Libertária lançou o informativo Diálogos & Espiritualidade que aborda a questão da intolerância religiosa. Esta publicação está no âmbito das atividades da Campanha Contra a Intolerância Religiosa e do projeto Diversidade Religiosa em Sala de Aula. Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto Diversidade Religiosa em Sala de Aula, leia o texto “É preciso combater a intolerância religiosa na educação básica” de Silas Fiorotti.

Informações (sobre cursos, palestras e oficinas) e contatos: <espiritualidadelibertaria@gmail.com>.

Campanha Contra a Intolerância Religiosa (2019)

Diga #nãoàintolerânciareligiosa! Campanha Contra a Intolerância Religiosa (2019).

2019_campanha-contra-a-intolerancia-religiosa-banner.001

Por conta do Dia Nacional de Combate à Intolerância (21 de janeiro), compartilhe nas redes sociais mensagens contra a intolerância religiosa e a favor do respeito e da convivência pacífica entre religiosos e arreligiosos. Utilize a hashtag #nãoàintolerânciareligiosa.

Promova e participe de algum ato de combate à intolerância religiosa na sua cidade.

16/1 — Encontro Inter-Religioso no templo Ilê Axé Oya Bagan (Brasília, DF).
18/1 — Ato para conscientização sobre a intolerância religiosa (Brasília, DF).
20/1 — 10º Ato Pela Liberdade Religiosa (Belém, PA).
20/1 — II Marcha de Combate à Intolerância Religiosa (Sorocaba, SP).
20/1 — Solenidade Inter-Religiosa (Santos, SP).
21/1 — 10ª Caminhada Pela Liberdade Religiosa (Juazeiro do Norte, CE).
21/1 — Caravana Afirmativa da Liberdade Religiosa (Salvador, BA).
21/1 — Celebração Inter-Religiosa (Natal, RN).
21/1 — Caminhada das Bandeiras de Matrizes Africanas e roda de conversa (Macapá, AP).
21/1 — Roda de conversa para a promoção da tolerância religiosa (São Carlos, SP).
21/1 — Roda de conversa sobre a intolerância religiosa (Brasília, DF).
22/1 — Diversidade Religiosa em Tempos de Luta (Niteroi, RJ).
23/1 — Diálogos Construtivos no Terreiro Ilê Axé Abassá de Ogum (Salvador, BA).
25/1 — III Seminário Sobre Intolerância Religiosa e Estado Laico (Salvador, BA).
25/1 — Sarau Oriki (Niteroi, RJ).

* * * *

Coletivo por uma Espiritualidade Libertária lançou o informativo Diálogos & Espiritualidade que aborda a questão da intolerância religiosa. Esta publicação está no âmbito das atividades da Campanha Contra a Intolerância Religiosa e do projeto Diversidade Religiosa em Sala de Aula. Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto Diversidade Religiosa em Sala de Aula, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?” de Silas Fiorotti.

Informações (sobre cursos, palestras e oficinas) e contatos: <espiritualidadelibertaria@gmail.com>.

No dia 01 de fevereiro, ocorrerá o evento “Diálogos Emergentes – Juventudes e Religião”

No dia 1 de fevereiro a partir das 14h, ocorrerá o evento “Diálogos Emergentes – Juventudes e Religião”, no auditório do CENPEC, aqui na cidade de São Paulo. Compareçam!

2018-02-01-dialogos-emergentes-cenpec.001

Venha debater conosco questões que têm impactado a vida de jovens em grandes centros urbanos na constituição de suas crenças, relações sociais e subjetividades na relação com as religiões. Para isso, o Programa Jovens Urbanos convida especialistas que têm pesquisado e desenvolvido ações em diálogo com as temáticas e as questões juvenis.

O evento é gratuito, só é solicitada a confirmação da presença no formulário que pode ser acessado no link: http://bit.ly/2DnW3Rn.

Campanha Contra a Intolerância Religiosa (2018)

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária promove anualmente a Campanha Contra a Intolerância Religiosa. Leia o texto “É preciso dizer não à intolerância no Brasil”, e saiba mais sobre nossa campanha.

2018_campanha-contra-a-intolerancia-religiosa-insta.001

Utilize a hashtag #nãoàintolerânciareligiosa e deixe sua foto e seu recado nas redes sociais, por uma cultura de respeito, convivência pacífica e livre da intolerância religiosa. Você pode acessar os cartazes da nossa campanha através deste link.

Você também pode promover a Volta às aulas sem intolerância religiosa na sua escola, incentivando seus colegas professores e estudantes a participarem da Campanha Contra a Intolerância Religiosa.

2018_ccir-volta-as-aulas-insta

* * * *

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária lançou o primeiro número do informativo “Diálogos & Espiritualidade” (2017) que aborda a questão da intolerância religiosa. Esta publicação está no âmbito das atividades da Campanha Contra a Intolerância Religiosa e do projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”. Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?” de Silas Fiorotti.