Chamada para textos – Revista Espiritualidade Libertária (n. 5)

Espiritualidade Libertária é uma revista publicada pelo Coletivo por uma Espiritualidade Libertária de São Paulo (ISSN 2177-4331).

Surgida em 2010, seus números são temáticos, abertos à pluralidade de interpretações para compreensão dos fenômenos socioculturais relacionados à espiritualidade. Cada número também contempla uma seção livre voltada para trabalhos que não estejam diretamente relacionados com o tema. Seu campo de interesse compreende temas relacionados com teologia, filosofia, antropologia e áreas afins. Como norma geral, os artigos científicos, ensaios e resenhas devem ser apresentados para avaliação prévia da Comissão Editorial e submetidos a pareceristas do Conselho Consultivo.

Aceitamos preferencialmente trabalhos inéditos nos seguintes formatos: artigo científico, ensaio, resenha de livro, texto traduzido, e entrevista.

Os textos devem ser enviados ao e-mail da revista (espiritualidadelibertaria@gmail.com) até o dia 31 de janeiro de 2017.

2016-chamada-revista-n5-001

Dossiê: “Liev Tolstói & espiritualidade” (responsável: Alysson Aquino)

Liev Nicolaievitch Tolstói (1828-1910) foi um grande romancista russo, internacionalmente conhecido pelos clássicos “Guerra e Paz” e “Anna Karienina”, entre outros. Foi rico, um filho da aristocracia, e casou-se com Sófia Sônia Andrêievna Bers (1844-1919), com quem permaneceu casado por 48 anos e teve 13 filhos. No final de sua vida, ele experimentou mudanças radicais em seu pensamento e em suas práticas. Nesse período, Tolstói refletiu sobre diversas temáticas como a natureza, a vida no campo, o militarismo, os valores sociais, mas em todas elas é possível observar a presença de um eixo articulador: uma compreensão libertária do cristianismo. Assim, Tolstói questionou a autoridade das igrejas, dos governos e a noção de propriedade privada em textos de grande repercussão como “O reino de Deus está em vós”, de 1893. Sua prática espiritual sugeria um cristianismo capaz de negar o Estado a partir da resistência pacífica e de transformações morais individuais de caráter radical. O pensamento de Tolstói incentivou militantes de vários países, incluindo anarquistas brasileiros. Além disso, a força intelectual de suas elaborações alcançou diversos círculos intelectuais por muitos anos após a sua morte, tornando-o responsável pelo aparecimento de outros pensadores vinculados a certa tradição de matriz anarquista cristã.

A partir desse quadro, esse dossiê busca colaborações que façam conexões, das mais diversas perspectivas, entre a vida e a obra desse autor e suas concepções místicas e espirituais. Além disso, o dossiê também busca incorporar diálogos que apresentem práticas políticas, resistências pacifistas, experimentações educativas e pedagógicas, ações naturistas e reflexões ecologistas que tenham suas concepções influenciadas por esse brilhante pensador que foi Tolstói.

No dia 11 de junho, ocorreu o Diálogo sobre catolicismo negro e religiosidade popular, em São Paulo

No dia 11 de junho, ocorreu o “Diálogo sobre catolicismo negro e religiosidade popular”, aqui na cidade de São Paulo. Este diálogo contou com a presença do Marco Antonio Sá, fotógrafo e pesquisador da PUC-SP, e do Rosenilton Oliveira, antropólogo da USP, além da mediação da Gabriela Veloso.

Agradecemos a todas e todos que participaram e/ou apoiaram a realização desse encontro. Lembramos que o Marco Antonio Sá compartilhou o arquivo de sua apresentação sobre religiosidade popular, podemos enviar por e-mail para quem tiver interesse (espiritualidadelibertaria@gmail.com).

Acompanhe a página do Coletivo por uma Espiritualidade Libertária para obter informações sobre os próximos encontros e outras atividades. No mês de julho, organizaremos um diálogo sobre os evangélicos no período da ditadura militar.

Mantenham a chama acesa!!

2016_banner_apuel_160611.001

2016_banner_apuel_160611.001

Diálogo sobre catolicismo negro e religiosidade popular (11/6/2016), em São Paulo

O Coletivo por uma Espiritualidade Libertária convida para:

“Diálogo sobre catolicismo negro e religiosidade popular” (11/6)
com Marco Antonio Sá (fotógrafo e pesquisador da PUC-SP)
e Rosenilton Oliveira (antropólogo e pesquisador da USP)
e mediado por Aline Souza e Gabriela Veloso.

Haverá apresentação de fotos do convidado (Marco Antonio Sá).

Este encontro iniciará pontualmente às 15h00 no salão paroquial da Igreja Imaculada Conceição, na Avenida Brigadeiro Luis Antonio, 2071, São Paulo, SP (próximo ao metrô Brigadeiro).

Convidem amig@s e compareçam. A entrada é gratuita. Pedimos apenas que levem algum quitute ou frutas para partilharmos. (Não esqueçam suas canecas para não utilizarmos copos descartáveis.)

Para confirmarem a presença e demais informações: espiritualidadelibertaria@gmail.com.

2016_banner_apuel_160611.001

#espiritualidadelibertaria