No dia 08 de novembro, a Umbanda foi considerada patrimônio cultural imaterial do Rio de Janeiro

Conforme noticiado por O Globo, no dia 08 de novembro, saiu no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro, um decreto do prefeito tornando a Umbada como patrimônio cultural de natureza imaterial do Rio. Ainda segundo a reportagem, o Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH) fará o cadastro dos terreiros, sendo que a Tenda Espírita Vovó Maria Conga de Aruanda, no Estácio, é o primeiro já cadastrado.

– Desde 2009, o Instituto Rio Patrimônio da Humanidade tem feito um trabalho para valorizar a cultura africana, tão presente na História do Rio. Recebemos um pedido para avaliar a importância cultural deste terreiro. Fomos a campo e vimos a necessidade de ampliar este reconhecimento para a religião. Esta chancela destaca a expressão cultural do sincretismo religioso. Os terreiros são referências dentro dos bairros cariocas e valorizam a cultural de cada local – explica Washington Fajardo, presidente do IRPH.

Nós, do Coletivo por uma Espiritualidade Libertária, destacamos a importância desse reconhecimento para todos e todas umbandistas. Além de decretos do poder executivo, que a sociedade brasileira de um modo geral possa levar adiante iniciativas que buscam o respeito à diversidade religiosa.

* * * *

Para saber sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil”, e para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?”.

Anúncios

Campanha Contra a Intolerância Religiosa (2017)

Nós, do Coletivo por uma Espiritualidade Libertária, apoiamos todas as iniciativas de combate à intolerância religiosa. No mês de janeiro de 2017, por conta do Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, ocorrerão diversas atividades por todo o país.

Organize e/ou participe de alguma atividade na sua cidade. Diga #nãoàintolerânciareligiosa!

2017_campanha-contra-int-rel-001

Para saber mais sobre a Campanha Contra a Intolerância Religiosa, leia o texto “É preciso dizer não à intolerância religiosa no Brasil” de Amauri Alves e Silas Fiorotti. E para saber sobre o projeto “Diversidade religiosa em sala de aula”, leia o texto “Por que falar de religião em sala de aula?” de Silas Fiorotti.

Envie também a sua foto e publique nas redes sociais com a hashtag #nãoàintolerânciareligiosa com uma mensagem de respeito aos adeptos de diferentes crenças e contra a intolerância religiosa. Segue link com os cartazes da campanha.

Informações: espiritualidadelibertaria@gmail.com.

9ª Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa (25/9/2016), no Rio de Janeiro

No dia 25 de setembro (domingo) a partir das 11h, ocorrerá a 9ª Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa, na Praia de Copacabana, na cidade do Rio de Janeiro.

Esse evento, organizado pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR), na sua nona edição, vem com o título “Liberdade religiosa: vamos dar o exemplo ao mundo”. Além de ser uma celebração à fé e acima de tudo ao respeito, vem no formato de festejo, culminará com shows e apresentações de diversos segmentos religiosos.

14291682_1115171755237167_8056381599385112074_n

Informações: caminhadadaliberdadereligiosa@gmail.com.

* * * *

Lembramos que, em breve, ofertaremos o curso de extensão universitária “Diversidade religiosa em sala de aula”, aqui na cidade de São Paulo. Informações: espiritualidadelibertaria@gmail.com.